foto

MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO - SEC

Instalado na área esquerda térrea do Mosteiro da Imaculada Conceição da Luz, é um valioso testemunho histórico, religioso, arquitetônico e artístico do nosso passado. Foi oficialmente fundado a 2 de fevereiro de 1774, dia de Nossa Senhora da Candelária, das Candeias, ou da Luz. Exemplo vivo da arquitetura colonial, levantado em taipa de pilão, um dos raros exemplos de planta octogonal, possui celas de clausura, dependências de serviço, refeitório, enfermaria e bela igreja. A tradição arquitetônica faz-se sentir principalmente pela galiléia, provida de três arcos de pedra. Belos interiores, pátios ajardinados, espessas paredes, é em grande parte ocupado até hoje pelas religiosas concepcionistas.

O Museu, inaugurado a 29 de junho de 1970, abriga o acervo do primeiro Museu de Arte Sacra do Brasil. Reúne valiosíssima coleção de objetos sacros tanto de São Paulo como de outras regiões do Brasil. Aproximadamente mais de 11.000 peças, destacando-se: imagens, móveis, ourivesaria, paramentos, fragmentos de talha, livros raros e alfaias, além de pinturas de grandes mestres dos séculos XVIII, XIX (Frei Agostinho da Piedade, Frei Agostinho de Jesus, Mestre Valentim, Frei Jesuíno de Monte Carmelo, Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho) e autores contemporâneos (Benedito Calixto, Anita Malfatti, José Antônio da Silva, Samson Flexor e Aldo Bonadei). Deve-se ressaltar a segunda maior coleção de lampadários do mundo, somente ultrapassada pela do Vaticano. São admiráveis a coleção de imaginária popular, as chamadas "paulistinhas" e os santos em nó de pinho.O roteiro da visita compreende: 1) Sala de entrada (vestíbulo); 2) Corredor de entrada; 3) Corredor de Mestres beneditinos; 4) Corredor da Imaginária Paulista; 5) Sala Capitular; 6) Claustro; 7) Sala Cofre (ourivesaria); 8) Sala da Prata; 9) Corredor do Claustro Doméstico; 10) Sala Episcopal; 11) Corredor dos fragmentos ou talha sacra II; 14) Sala do mobiliário da sacristia; 15) Corredor das Exposições temporárias; 16) Sala "Cemitério abacial"; 17) Sala da Técnica construtiva; 18) Sala "Benedito Calixto de Jesus"; 19) Capela.

Em 18 de dezembro de 1999, na antiga residência do Capelão do Mosteiro, construída em 1908, foi inaugurado um novo espaço, que compreende, no subsolo, a exposição de alguns presépios, maquetes e fotografias do presépio napolitano em fase de restauro. No pavimento térreo encontra-se o Presépio Napolitano, do século XVIII, composto de 1.620 peças, através das quais toda uma época da vida cotidiana ou religiosa de Nápoles do século XVII é retratada. É um espetáculo barroco, com extrema variedade e riqueza de detalhes, trazido da Europa por Francisco (Ciccillo) Matarazzo Sobrinho, em 1949. Este presépio ficou guardado durante vários anos e finalmente encontrou o local ideal para encantar o público.

Av. Tiradentes, 676, CEP 01102-000
T 3326-1336 / 33515393
mas@artesacra.sp.gov.br
www.museudeartesacra.org.br
Visitação: Terça a domingo, das 11:00 às 18:00.
Acesso para pessoas com deficiência locomotora.
Visitas Monitoradas mediante agendamento prévio.
Metrô Tiradentes. Ônibus e estacionamento nas proximidades.

:: voltar

foto