foto

MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO ASSIS CHATEAUBRIAND – MASP

Nascido do encontro de dois homens arrojados, obstinados e idealistas: Assis Chateaubriand, fundador dos Diários Associados, e Pietro Maria Bardi, jornalista e crítico de arte. Ambos acreditaram que São Paulo deveria ser a sede deste que seria o mais importante museu de arte da América do Sul. Inaugurado em 1947 no segundo andar do Edifício dos Diários Associados, na Rua Sete de Abril, 230, projeto do arquiteto francês Jacques Pillon e adaptação interna de Lina Bo Bardi, já promovia cursos e expunha seu acervo em crescente formação, o que dentro em breve exigiria nova sede. O atual prédio, inaugurado a 11 de novembro de 1968, foi projetado por Lina Bo Bardi, respeitando a exigência imposta pelo urbanista uruguaio Joaquim Eugênio de Lima, responsável pela abertura da Avenida Paulista em 1891, de preservar a vista que naquela época alcançava o Viaduto do Chá. É por esta razão que o edifício flutua sobre colunas com um vão livre de 74 metros de extensão e 8 de altura. Possui dois níveis, um elevado e outro subterrâneo, ambos com dois andares. O térreo corresponde ao já citado vão livre, projetado inicialmente para ser uma praça com brinquedos para crianças e jardins. Há algum tempo é ocupado aos domingos por uma feira de antigüidades.

No nível subterrâneo encontram-se os dois auditórios, um espaço livre para a realização de exposições temporárias, biblioteca (com mais de 30.000 volumes), loja, oficina e restaurante.

No nível elevado encontram-se a administração, os setores de restauração, o arquivo técnico, o depósito de peças. Quanto a cursos e palestras, o MASP foi um centro formador e irradiador de idéias e de grandes profissionais. Atualmente, a Escola do MASP promove cursos variados, predominando os que versam sobre arte, música popular e erudita e cinema.

No segundo andar, exposição permanente do seu excepcional acervo, formado por mais de 5.000 obras. Importantes períodos da história da arte estão representados: peças arqueológicas, Grécia antiga, arte Bizantina, Renascimento, Barroco e Modernismo, oferecendo um extraordinário passeio por oito séculos de história representados por Mestre do Bigallo, Giovanni Bellini, Hieronymus Bosch, Lucas Cranach, Hans Holbein, Rafael, Tiziano, Diego Velázquez, El Greco, Rembrandt, Chardin, Goya, Turner, Cézanne, Degas, Van Gogh, Renoir, Matisse, Picasso, Rivera, Toulouse-Lautrec, Modigliani, Lasar Segall, Portinari, Di Cavalcanti, Andy Warhol, Duchamp, Calder, Dalí, e até uma série de objetos kitsch.

Av. Paulista, 1578, Cerqueira César, CEP 01302-200
T 3283-2585
agendamento@masp.art.br / atendimento@masp.art.br
www.masp.art.br
Visitação: Terça a domingo, das 11h às 17h. Visitas Monitoradas.
Acesso para pessoas com deficiência locomotora.
Entrada gratuita às terças-feiras. Metrô Trianon. Ônibus nas proximidades.

:: voltar

foto