foto

CASA DO BANDEIRANTE - SMC

A Casa do Bandeirante representa um dos exemplares típicos das habitações rurais paulistas construídas entre os séculos XVII e XVIII. Esta construção foi identificada na década de 30 por Mario de Andrade como um importante exemplo da arquitetura colonial paulista a ser preservada.

A história do Butantã, região onde a casa se encontra, remonta ao ano de 1566, pertencendo até 1759 à Capela de Nossa Senhora das Graças da ordem dos jesuítas. Com a expulsão dos jesuítas a área foi a leilão e passando por vários proprietários. Em 1912, a Cia. City de São Paulo comprou o imóvel e, em 1944, doou à municipalidade a área que incluía a edificação conhecida então como a "Casa Velha do Butantã". Após a doação o imóvel permaneceu sem definição de uso até o início dos anos 50. Em 1953, a Comissão do IV Centenário de São Paulo promoveu sua restauração, sob orientação do arquiteto Luis Saia e nela instalando, em 1955, um museu evocativo da época das bandeiras, a partir do recolhimento de móveis, utensílios e outros objetos históricos no interior de São Paulo, Minas Gerais e Vale do Paraíba. A Casa do Bandeirante está incluída, em caráter permanente, nos roteiros turístico-históricos da cidade.

A Casa do Bandeirante está entre os doze edifícios e monumentos que compõem o Museu da Cidade de São Paulo.

Praça Monteiro Lobato, s/nº - Butantã, CEP 05506-030
T 3031-0920
museudacidade@prefeitura.sp.gov.br
www.museudacidade.sp.gov.br/casadobandeirante.php
Visitação: Terça a domingo, das 9 às 17h. Visitas monitoradas.
Entrada franca.
Metrô Butantã. Ônibus nas proximidades.

:: voltar

foto